Plano global para salvar a Internet

Plano global para salvar a Internet – Mundo Smart - mundosmart
Plano global para salvar a Internet – Mundo Smart - mundosmart

O criador da internet (World Wide Web), Tim Berners-Lee, lançou na semana passada um plano a nível global para salvar a internet de notícias falsas, manipulação política e violações de privacidade. Este projeto já conta com o apoio de 150 organizações de todo mundo, com destaque para as gigantes da tecnologia como Facebook, Google e Microsoft.

O físico britânico afirmou em entrevista que os governos, empresas e os indivíduos precisam de se comprometer a proteger a web contras os vários tipos de abusos e garantir que ela vá beneficiar a humanidade.

Para isso, Tim, apresentou o “Contrato para a Web” com nove princípios centrais, e disse que existe uma necessidade de mudança urgente: “Se deixarmos a web como está, há um número muito grande de coisas que darão errado. Poderíamos acabar com uma distopia digital se não mudarmos as coisas. Não é que precisemos de um plano de 10 anos para a web, precisamos mudar a web agora.”

Apesar de serem umas das empresas a apoiar este plano, o Facebook e a Google podem ter dificuldades em cumpri-lo devido a várias acusações contar as duas de permitirem danos aos direitos humanos em escala populacional. Segundo Tim, as duas podem ser removidas da lista caso não mudem de postura.

Os nove princípios para salvar a internet são:

Para os governos

  • Garantir que todos possam se conectar à internet
  • Manter toda a internet disponível, o tempo todo
  • Respeitar e proteger a privacidade online e os direitos de dados das pessoas

Para as empresas

  • Tornar a internet acessível a todos
  • Respeitar e proteger a privacidade e os dados pessoais para criar confiança online
  • Desenvolver tecnologias que apoiem o melhor da humanidade e desafiem os piores

Para os cidadãos

  • Sejam criadores e colaboradores na web
  • Construam comunidades fortes que respeitem o discurso civil e a dignidade humana
  • Lute pela web
Exit mobile version