fbpx
DestaquesNotícias

Zuckerberg defende a decisão de permitir que os políticos mintam em anúncios

Após a rede social Twitter informar que os políticos não estariam acimda das regras da plataforma, o CEO e co-fundador do Facebook, Mark Zuckerberg, defendeu no dia de ontem (quinta-feira) a decisão da rede social não enviar discursos de políticos a verificadores.

“Não acho que a maioria das pessoas queira viver em um mundo onde você só pode publicar coisas que as empresas de tecnologia consideram 100% verdade”, disse Zuckerberg durante um discurso de quase 40 minutos na Universidade de Georgetown.

As observações destacam a abordagem controversa da rede social ao discurso político, enquanto tenta encontrar um equilíbrio entre liberdade de expressão e combate à desinformação durante as eleições.

Democratas e grupos de direitos civis criticaram rapidamente o discurso de Zuckerberg, argumentando que a empresa não aprendeu com seus erros do passado.

Comment here